Artigos

Lakka: A Distro ideal para Emuladores

 

Lakka é uma Distro para emuladores baseada em OpenELEC e compatível com várias plataformas como Raspberry Pi, Banana Pi, Cubie Truck, Cubieboard 2, HummingBird, PC e Cubox-i. Os desenvolvedores criaram uma interface elegante e user friendly, parecida com os menus das consolas da Sony PS3 e PS4.

Entre as suas múltiplas caraterísticas destacamos:

  • Suporte para múltiplas consolas de jogos
  • Baseado em RetroArch e OpenELEC
  • Auto configuração de joysticks e gamepads
  • Menu fluido como o da PSP ou PS3
  • Arranca em menos de 20 segundos
  • A distro ocupa menos de 100MB
  • Atualizações automáticas
  • SSH activado por defeito (User:root/Pass:root)
  • Suporte para múltiplas plataformas

Primero ‘test drive’ de Lakka

Tenho que admitir que esta distro captou a minha atenção, imediatamente quando descarreguei a instalação num cartão SD com Win32 Disk Imager para testar a minha coleção de roms. A primeira iniciação demora algum tempo já que expande a divisória no cartão SD para aproveitar todo o espaço. Isto faz-se automaticamente, não é necessária nenhuma ação por parte do utilizador. Após 15 segundos o Raspberry, reinicia-se sozinho.

Agora sim, o primeiro arranque demora menos 20 segundos, o distro carrega realmente muito rápido. Tal como numa PS3 quando vemos o menu horizontal com os vários emuladores e ao selecionar os mesmos aparecem os jogos (roms) na vertical. A navegação pelos menus é fluída. Entre as suas opções estão as configurações de vídeo, audio, entradas de controladores, aparência dos menus, etc.

 

 

Para jogar, tenho ligado ao USB um gamepad Logitech. Os controladores são detetados e configurados no momento graças à função de autoconfiguração de RetroArch. O ideal seria jogar com um comando de PS3 ou XBOX 360, ambos com cabo de ligação USB, já que de momento não suporta bluetooth.

Depois de fazer upload das roms por SSH com WinSCP decidi que ia testar o emulador de NeoGeo (FBA), estas roms foram testadas por mim e funcionam bem: Metal Slug 3, 4 e 5, Armored Warriors, Captain Commando, Cadillacs and Dinosaurs, King of Fighters 2000 e 2003, Magical Drop 3, Marvel Super Heroes, Pang!, Samurai Shodown 1, 2 e 4.

 

 

Para o Sega MegaDrive eu testei o Cool Spot, Sonic 3, Sonic & Knuckles, Comix Zone e Streets of Rage 3. Todos funcionaram sem problemas.

Soluções de problemas comuns

Na página web da Lakka há um link para download mas é uma versão antiga que não inclui o menu tipo PS3, para ter esse menu temos que descarregar uma ‘nightly build‘. Eu fiz o download da versão mais recente aqui.

O overclock no Raspberry Pi tem que ser feito de forma manual abrindo o arquivo ‘/boot/config.txt‘ e apagar o ‘#‘ nas linhas apropriadas na secção do Overclock. Eu coloquei arm_freq=900, core_freq=333, sdram_freq=500, over_voltage=2 e tenho 3 dissipadores de alumínio montados no Raspberry Pi. Como estou usando um Raspberry Pi modelo B com 512MB de ram, meti o memory split a 256 com o valor gpu_mem=256.

Se está usar HDMI e não está a obter som, tente colocar hdmi_drive=2 no arquivo ‘/boot/config.txt‘ e reinicie o Raspberry Pi.

Se joga com gamepad ou joystick e não consegue sair dos jogos a partir do menu principal pode ligar um teclado USB e pressionar a tecla ESC. Pode configurar este parâmetro editando o arquivo ‘/storage/.config/retroarch/retroarch.cfg‘ via SSH. Modifica o parâmetro input_exit_emulator = “escape” para configura-lo num teclado ou input_exit_emulator_btn = “nul” para configura-lo no gamepad.

Gostaram deste artigo ? Deixem o vosso comentário no formulário a baixo.

Não se esqueçam de fazer like na nossa página no facebook.

Todos os produtos utilizados neste artigo podem ser encontrados na loja de componentes eletrónicos ElectroFun.

Comments

comments

Deixar uma resposta